30 de out de 2010

God of War: Ghost of Sparta Review

Acabei de fechar pela segunda vez Ghost of Sparta, o mais novo GoW, e o segundo lançado para a plataforma portatil da Sony. Aqui farei um resumo, uma analise, e no final darei minha opinião.


Resumo:
ALERTA: PODEM HAVER SPOILERS DE BAIXA PERICULOSIDADE

GoS se passa logo após o GoW original, e conta a historia de Kratos se tornando de fato um deus.
Perturbado por visões do passado, que os deuses olimpianos prometeram-lhe remover, Kratos resolve investigar o paradeiro de seu irmão sequestrado Deimos, embarcando em direção a Atlantida (sim, essa mesma) para investigar o templo de Posseidon onde ele encontra com a alma penante de sua mãe, que o diz que seu irmão pode talvez (quem sabe?) estar vivo em algum lugar do reino de Tânato o deus da morte (Hades é rei do mundo dos mortos, mas não deus da morte), fazendo assim, Kratos embarcar numa longa busca por vestigios do real destino de seu irmão.


Analise:
GamePlay:
De acordo com outros reviews o game play foi alterado para se adequar as mudanças feitas em GoW3, como não joguei só posso compara-lo com os todos os outros.
A jogabilidade sendo um dos pontos mais fortes dos jogos da franquia deixou pouco a reclamar, apesar de que em muitos pontos dos minigames (pelo menos nas dificuldades Hero e Spartan) parecem faltar comandos, tendo o curto momento de slow motion mas nenhum botão requisitado, o unico problema real é a falta de controle que se tem sobre o personagem ao se usar o poder especial Eye of Atlantis.

Gráficos:

Sendo estes provavelmente os detalhes mais gloriosos de GoS e GoW em geral, os graficos surpreendem, um excelente uso de shaders, texturas muito bem desenhadas e detalhadas(texturas ruins são um dos maiores problemas das conversões de jogos para PSP) caracterisando um genuino jogo desenvolvido para a plataforma, os desenvolvedores da sony mostrando do que seu hardware é capaz(assim como os da Square fizeram com o PS1[FFIX] e o PS2[FFXII]).

Dificuldade:
Um dos poucos problemas que eu encontrei no jogo é que (pelo menos na dificuldade Hero) muitas vezes as batalhas são decepcionantemente faceis, e outras assustadoramente dificeis, mas nada que um pouco de insistencia e paciencia não resolvam.

Camera:
A camera de GoW realmente foi revolucionaria, mas em GoS serve mais para dificultar a obtenção de itens, que mostrar graficos lindos como de costume.

Opinião:

A sensação que eu tive ao jogar GoS é que foi um jogo muito bem desenvolvido, porem terminado ás pressas para cumprir prazos, parecendo se ter deixado muitas coisas para trás, e muitos detalhes á adicionar, eu tive sensação de jogar o melhor BETA ja feito na historia dos videogames, aquele jogo que quando apresentaram a primeira versão para os Testers eles ja disseram: "FUKKEN ÓUESOMI!!!!"

Puxação de saco Sonysta:

Kratos como sempre FODÃO!(Arreganhando as vadias! 8-D)
Batalhas e minigames como sempre ÉPICOS!
Monstros e inimigos Ultra-Mega Advanced Overkill Fodasticos!
Paísagens In-Game gêniais!

E pra final um trailerzinho aleatorio!


Ah e um Extra WIN pro jogo pelo fato de que se você transar o suficiente no Bordéu você ganha o golpe: "Might of Sparta" que é basicamente o THIS IS SPARTA! DEATH KICK!
ultra fodastico!

21 de out de 2010

Ponderação sobre o Sexo oposto.

Lições simples sobre mulheres em geral:

Mulheres não são ativas, são ativamente passivas, elas podem dar sinais, criar aberturas, passar indiretas, mas nunca vão chegar em você, por isso é papel do homem ser sem-vergonha e ir para cima da mulher(literal, e figuradamente).

Mulheres gostam de ouvir elogios, não precisam ser inteligentes, só não podem ser óbvios, por exemplo, aquela garota com olhos verdes brilhantes já esta cansada de ouvir sobre seus olhos, então elogie a bunda (a não ser que seja a carolsh), ou outra coisa.

Mulheres são como cebolas, algumas por fora são tímidas, recatadas, mas por dentro toda mulher quer o mesmo que o homem, você tem que saber descascar até chegar ao núcleo.

Existe um período de 2 a 4 dias antes do tempo especial mensal da mulher em que você deve concordar com qualquer coisa, sempre sorrir, e não fazer muito contato visual direto, chocolate é um bom presente nessa época.

Mulheres são tão fúteis , superficiais, e seletivas quanto os homens, a diferença é que homens são, em geral, feios, então elas tem que se concentrar em outros aspectos, mas elas percebem quando um homem se cuida.

E mulheres se dividem em dois grupos principais, atenciosas e sedentas de atenção, atenciosas são aquelas que querem ouvir suas abobrinhas, são aquelas que se apaixonam com facilidade por caras cheios de papo furado, sedentas de atenção são aquelas que querem que você ouça tudo, concorde com tudo, bata palmas sorria e elogie até os bocejos, quando você for conquistar uma mulher tente classificar ela entre essas duas categorias, isso pode facilitar muito sua vida.

Não é algo que você ouvirá mil vezes por dia quando lidando com uma mulher, e quando se tenta conquistar (ou só catar mesmo) mais ainda, porem não desista.

Como o ditado já dizia:" O não você já tem, agora corra atrás de um sim"

E por fim, mulheres são como homens, só que com mais exigências sociais estúpidas, e sensibilidade emocional, se uma mulher agir de modo muito estranho não é por motivo nenhum, só é por muito pouco motivo.